Arqvs. por Categoria: diário decor 2010

Restaurante Campinas Decor 2010

003A_REST_ESTUFA_CPSDECOR_10
Estamos na reta final do Campinas Decor 2010. Este é o último fim de semana da mostra e a última chance de conhecer o Restaurante da estufa, pois infelizmente teremos que desmontá-lo.
Nós do Cria estamos orgulhosos com o sucesso do espaço e gostaríamos de agradecer a todos que colaboraram com o projeto e ao Buffet Delisa.
Obrigado!!!

Foto estufa antes da mostra

Compartilhe

Pinterest

Publicado em diário decor 2010 | Deixe um comentário

Restaurante Campinas Decor 2010 – Paulo Werneck

cria.madeira.decor

Esse ano pudemos contar com um parceiro muito importante, o designer e artista plástico Paulo Werneck proprietário do Galpão Contemporâneo, que desenhou as duas cadeiras presentes no salão. Os objetos e móveis do Galpão Contemporâneo, possuem design diferenciado com soluções inusitadas. Cada peça é trabalhada artesanalmente, uma a uma, imprimindo o gesto, o cuidado e o esmero que implica o “fazer” artesanal (como o Banco E que está no lounge do restaurante). Ligado a esse “fazer”, vem a ênfase de utilizar materiais naturais ecologicamente corretos em que Paulo trabalha a madeira valorizando sua tonalidade, texturas e formas. Werneck pode aqui, nos mostrar outro lado de seu trabalho com o design delicado das peças utilizadas no restaurante.

evento decor 263

Por ocasião do lançamento do projeto Madeira Urbana foi encomendado ao designer um troféu em homenagem ao Dr. Hermes Moreira, que desenvolveu uma linda peça baseada na logomarca do projeto, utilizando as madeiras de poda urbana.

Compartilhe

Pinterest

Também publicado emecodesign | Deixe um comentário

Restaurante Campinas Decor 2010 – Iluminação

restaurante campinas decor

Para reduzir o consumo de energia, praticamente toda a iluminação do Restaurante foi desenvolvida com perfis de LED pela Tairis, proporcionando uma iluminação eficiente e adequada.
LED é a sigla para Light Emiting Diode, ou seja, Diodo Emissor de Luz,  uma fonte de luz que utiliza um semicondutor com passagem de corrente elétrica. Ele proporciona iluminação de alta potência, porém com redução no consumo de energia de 60%, comparado ao sistema de mercúrio. O Led não emite calor, também é livre de metais pesados e com vida útil de 50.000 horas (11 anos).

Uma lâmpada incandescente converte em luz apenas 5% da energia elétrica que consome, em contra partida as lâmpadas LED convertem a partir de 40% e essa diminuição no desperdício de energia traz benefícios evidentes ao meio ambiente.

A tecnologia com iluminação a Led pode ser aplicada em diversos projetos de iluminação, como em residências, ambientes comerciais, ruas, praças e usos específicos em bibliotecas, museus e adegas. Estão disponíveis em gama de cores, podendo variar desde ultravioleta até o infravermelho, com melhor reprodução de cores. O índice de reprodução de cores no sistema Led é de 70% enquanto um sistema de sódio é de apenas 25%.

003TA_REST_ESTUFA_CPSDECOR_10

No restaurante foram utilizados 3 temperaturas de cores diferentes, de acordo com o efeito desejado. No salão, os 3 perfis fixados na estrutura da cobertura logo acima das mesas com led na cor mais amarela, dão um clima mais aconchegante ao espaço. A cor branca foi usada como iluminação indireta e rebatida no o teto pela parte de cima do mesmo perfil fixado na estrutura da cobertura. A corneutra foi empregada para dar destaque ao nicho do bar e à parede de taipa, ambos iluminados com fita de LED.

Toda a iluminação decorativa, como pendentes e colunas, foi fornecida pela Interluz.

Compartilhe

Pinterest

Também publicado emecodesign | Deixe um comentário

Bar do Restaurante Campinas Decor 2010

bar restaurante campinas decor

O Bar ganha destaque devido ao piso elevado feito em madeira de demolição pelo Galpão Demolições.
As plantas foram cuidadosamente especificadas com a ajuda daPlantare Consultoria Paisagística, com destaque para as palmeiras, que criam um foco vertical e emolduram o balcão, quebrando um pouco da horizontalidade do projeto.

O balcão foi confeccionado com uma novidade da marmoraria Pedra Grande; a placa Eco by Cosentino, que é um produto ecológico e substituto ideal para pedras naturais ou artificiais.

Esta superfície é composta de pelo menos 75% de materiais reciclados (espelho, vidro, porcelana, cerâmica, resíduo de marmoraria e sucata) e 25% de materiais naturais, como a resina de óleo de milho, utilizada como aglutinante.

parede taipa restaurante campinas decor

Os materiais utilizados para fabricar a placa são de pós-consumo e resíduos pós-industriais, o que reduz o envio de toneladas de resíduos para aterros sanitários.  Entre os de pós-consumo estão milhões de frascos e garrafas de vidro descartados todos os anos. Já entre os resíduos pós-industriais estão peças de cerâmica como louças e pisos com defeito que não podem ser incorporados a nenhum outro tipo de produto industrializado.

O Eco by Cosentino teve sua campanha de lançamento desenvolvida pelos Irmãos Campana. Durante a Feira de Design de Milão,  tive a oportunidade de conferir o design proposto para o estande da empresa em um dos galpões  da Zona Tortona.

Cria.milão

Compartilhe

Pinterest

Também publicado emecodesign | Deixe um comentário

Restaurante Campinas Decor 2010 – Tapetes

restaurante campinas decor
No salão do restaurante utilizamos duas passadeiras da linha Nomad da 3M. Os tapetes Nomad foram desenvolvidos  para solucionar os problemas decorrentes de sujeira e umidade no interior dos ambientes. Atuam como barreiras de contenção de sujeira, sendo um excelente auxiliar na manutenção de pisos, pois prolongam sua durabilidade e diminuiem os custos com manutenção e limpeza.


O tapete utilizado no lounge de espera foi confeccionado pela Oficina de Artes Boracéia, uma Organização Não Governamental, que objetiva principalmente a inclusão social de pessoas em situação de risco, por meio da capacítação profissional. Através da reciclagem de materiais como jornal, papelão e ferro, os artesãos criam produtos decorativos utilitários para geração de renda.

Compartilhe

Pinterest

Também publicado emecodesign | Deixe um comentário

Restaurante Campinas Decor 2010 – Complementos

014A_REST_ESTUFA_CPSDECOR_10

Para incentivar o consumo consciente e o comércio solidário, o projeto utilizou produtos desenvolvidos por ONGs e cooperativas e artistas locais. São principalmente peças artesanais com valor agregado, matéria-prima local e uso de técnicas tradicionais e de baixo impacto ambiental, além de materiais reciclados.

A decoração das mesas centrais foi feita com vasinhos de taipa confeccionados pela Terra solu e peças de cerâmica da artista Nil Rocha. Cada vaso é único, com combinações de cores diferentes dependendo do tipo de terra usada. Para desenvolver as peças de cerâmica, como a cumbuca, o saleiro, o porta velas e o descanço de talheres, Nil utiliza materiais naturais e esmaltes de fabricação própria.

No nicho do bar, além das peças de cerâmica, estão as garrafas de cerveja reciclada do Studio Elizabeth e Eduardo Prado. Através do processo de sopro de vidro são criados objetos a partir de garrafas usadas.

DSC_0642

Nas mesas menores a decoração foi feita com peças de matéria prima reciclada da Reciclamundo. Aqui antigas garrafas de laboratório encaixadas em base de madeira de demolição se transformam em um charmoso arranjo de flores.

032A_REST_ESTUFA_CPSDECOR_10

A composição dos quadros apoiados sobre o aparador foi elaborada com imagens do fotógrafo de Campinas Gustavo Olmos. Gustavo também é responsável pelas fotos do restaurante que estão neste blog e pelas fotos do nosso site.

Compartilhe

Pinterest

Também publicado emecodesign | Deixe um comentário

Restaurante Campinas decor 2010 – mobiliário

031A_REST_ESTUFA_CPSDECOR_10
No salão do restaurante os grandes sofás laterias dão um clima casual e de aconchego ao espaço. O sofá foi feito com estrutura de madeira do programa madeira urbana e revestido com trançado de folha de bananeira pela Villa Rattan, empresa aqui de campinas especializada em móveis de fibra.

O charme fica por conta do futon usado como assento, da Futon Brasil que busca desenvolver produtos com design oriental contemporâneo, visando qualidade, conforto, beleza, e preocupação com o meio ambiente. Possui enchimento de mantas de algodão e mantas de espuma base látex e é revestido com tecido de seda da  Bruno Nicoletti, empresa de americana com produção limpa. Todos os tecidos usados nas cortinas, cadeiras, sofás, pendentes e nas passadeiras das mesas são da coleção de linhos da Bruno Nicoletti.

Outro parceiro do Cria foi a Teceart Mineira que forneceu os aparadores e estantes de madeira de demolição.
As poltronas swan e os banquinhos timelife do bar são da Artzzi.
As poltonas de fibra de bananeira e os banquinhos redondos do lounge de espera são da Arrivato.
O designer Paulo Werneck que desenhou as cadeiras do restaurante também forneceu os “bancos E” pelo Galpão Contemporaneo.

Compartilhe

Pinterest

Também publicado emecodesign | Deixe um comentário

Restaurante Campinas decor 2010 – Taipa de Pilão

041A_REST_ESTUFA_CPSDECOR_10
A parede de taipa que separa a cozinha do bar é um dos grandes destaques do espaço e foi o ponto de partida do projeto do restaurante.

A Taipa de Pilão ou Terra Estabilizada Compactada, recebe esta denominação por ser uma mistura de terra arenosa com a minima porcentagem de cimento (estabilizante) e água. Essa mistura é depositada em formas reutilizáveis apropriadas e compactada com socadores pneumáticos ou de madeira. Após retirada as formas, as paredes estão prontas, resultando em painéis monolíticos estruturais com aspecto de rocha sedimentar de beleza única.

A execução da parede ficou por conta da Terra solu, empresa de Campinas especializada nesse tipo de construção. Diferentemente do ecoloft, as formas aqui eram interiças e estruturadas por fora, tornando a obra mais rápida.

Compartilhe

Pinterest

Também publicado emecodesign | Deixe um comentário

Restaurante da Estufa – Campinas decor 2010

O Cria Arquitetura está presente na Mostra Campinas Decor 2010 com o ambiente “Restaurante“.

Neste projeto a sustentabilidade está alinhada à preservação do patrimônio his-tórico, já que sua área de aproximadamente 220m² ocupa o Prédio da Estufa do IAC.
A estufa funcionou até os dias de hoje como abrigo para os experimentos agronômicos no IAC e seu edifício foi restaurado para receber o restaurante, um espaço dedicado a divulgação das práticas mais sustentáveis junto aos clientes e usuários do setor da construção.

A principal premissa deste projeto é a integração da arquitetura sustentável com uma linguagem contemporânea.
Um cuidado especial na escolha dos materiais tem papel fundamental na qualidade do ambiente. Este ganha um clima acolhedor e aconchegante, pela predominância de tons naturais e iluminação.
A dinâmica do espaço é determinada pelo uso de elementos em simetria bilateral, derivada da linguagem mais clássica presente na edificação. Esta simetria consiste na distribuição equilibrada de elementos semelhantes ao redor de um eixo comum, sendo uma forte presença em contraponto ao caráter contemporâneo do design de interiores.<

Todos os produtos especificados, além de causarem menor impacto ambiental, proporcionam um espaço muito mais agradável onde se destacam:

  •  Um ambiente livre de COV’s, utilizando produtos como tintas e vernizes sem solventes;
  • Iluminação eficiente e adequada proporcionada pelo uso de luminárias em LED. O raio luminoso é livre de UV e calor, proporcionando maior conforto térmico à edificação, o que também contribui para a redução do consumo energético e gera economia de até 80 %;
  • Incentivo ao consumo consciente e comércio solidário apresentando: pe-ças artesanais com valor agregado, matéria-prima local, uso de técnicas tradicionais, peças cerâmicas, tapete artesanal e objetos decorativos;
  • Produtos naturais de fontes renováveis como: tecidos naturais produzidos regionalmente por industria limpa, uso de fibras naturais no mobiliário;
  • Produtos reciclados industrializados, como a bancada de resina ECO, produzida a partir de óleo de milho + 75% de conteúdo reciclado, em substituição à pedras naturais;
  • Parede de Taipa de Pilão ou Terra Estabilizada Compactada, recebe esta denominação por ser uma mistura de terra arenosa e cimento (estabilizante). Compactada em formas proporciona beleza, baixo custo e durabilidade.

Compartilhe

Pinterest

Também publicado emecodesign | Deixe um comentário

Restaurante Campinas Decor 2010

O restaurante do Campinas decor 2010 eleborado pelo Cria arquitetura está aberto a duas semanas sob os cuidados do Buffet delisa servindo almoço e jantar de terça à domingo. a mostra que teve seu início no dia 30 de abril vai até dia 13 de junho.

Compartilhe

Pinterest

Também publicado emeventos | Deixe um comentário
  • Sobre o Blog

    Nós do CRIA arquitetura acreditamos em idéias simples, realizadas com paixão, e inteligência, valorizando a estética e a racionalidade por meio do uso de materiais e tecnologias inovadoras. Conceito que aplicamos tanto em nossos projetos de arquitetura convencional, quanto nos projetos de arquitetura sustentável.

    Criamos este espaço para discutir e compartilhar as tendências da arquitetura e as urgências do planeta.

  • Quem Somos

    Juliana Mistro e Juliana Boer